A empresa Infraestruturas de Portugal (IP) anunciou quarta-feira à noite o restabelecimento da circulação ferroviária em duas vias, no troço Pampilhosa - Coimbra B, na linha do Norte, que estava condicionada devido a um descarrilamento ocorrido sábado.

"Com a reabertura esta tarde da via descendente fica assegurada a possibilidade do cruzamento de comboios neste troço, permitindo assim uma melhoria significativa do nível de serviço e eficiência da infraestrutura", afirma a IP numa nota enviada à agência Lusa.

No entanto, a empresa responsável pela infraestrutura ferroviária sustenta a que a circulação de comboios à passagem no local onde ocorreu o descarrilamento "processa-se com limitação de velocidade a 60Km/h".

"Este condicionamento irá vigorar até que sejam concluídos os trabalhos definitivos de reparação da via", adianta.

No comunicado, a IP destaca e agradece a "dedicação e profissionalismo" dos técnicos da empresa que, "ininterruptamente nas últimas 100 horas (...) estão a trabalhar no sentido de garantir o restabelecimento das normais condições de circulação".

"Dada a dimensão dos danos provocados pelo descarrilamento do passado sábado, uma tão rápida reposição das condições de circulação neste troço da Linha do Norte apenas foi possível fruto do elevado empenho e profissionalismo das equipas de manutenção", sustenta.

A Linha do Norte esteve cortada à circulação ferroviária desde as 18:10 de sábado, devido ao descarrilamento de um comboio de mercadorias, junto à Adémia, Coimbra, que não causou feridos.

Na noite de segunda-feira, a circulação foi restabelecida de forma alternada em uma das vias.