A Vogue Portugal pediu desculpa e decidiu retirar da próxima edição a capa, e restante editorial, que provocou uma forte polémica na imprensa internacional e nas redes sociais.

Dedicada à saúde mental, a imagem de capa de “The Madness Issue” - (a edição da loucura, numa tradução literal) mostrava uma mulher numa banheira, num hospital psiquiátrico, com uma enfermeira a derramar água de um jarro na sua cabeça.

Numa publicação na rede social Instagram, a Vogue Portugal disse que refletiu sobre a decisão e concluiu que "o assunto da saúde mental requer uma abordagem mais ponderada".  

Num assunto tão importante como a saúde mental, não podemos estar divididos. A Vogue Portugal tomou a decisão de retirar da próxima edição uma das quatro capas do número de julho/agosto, cuja imagem retrata uma cena num hospital psiquiátrico, bem como o restante editorial que estaria dentro da revista sobre o tópico da saúde mental. A Vogue Portugal lamenta profundamente qualquer ofensa ou incómodo que este editorial possa ter causado. Após reflexão, compreendemos que o assunto da saúde mental requer uma abordagem mais ponderada. As nossas sinceras desculpas pelo sucedido", lê-se na publicação. 

 
 
 

 

 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

On such an important issue such as mental health we cannot be divided. Vogue Portugal has taken the decision to pull one of the four covers of our July/August issue, which depicts a scene of a psychiatric hospital as well as the inside cover story based around the topic of mental health. Vogue Portugal deeply apologises for any offence or upset caused by this photo shoot. On reflection, we realise that the subject of mental health needs a more thoughtful approach. We sincerely apologise for this. Num assunto tão importante como a saúde mental, não podemos estar divididos. A Vogue Portugal tomou a decisão de retirar da próxima edição uma das quatro capas do número de julho/agosto, cuja imagem retrata uma cena num hospital psiquiátrico, bem como o restante editorial que estaria dentro da revista sobre o tópico da saúde mental. A Vogue Portugal lamenta profundamente qualquer ofensa ou incómodo que este editorial possa ter causado. Após reflexão, compreendemos que o assunto da saúde mental requer uma abordagem mais ponderada. As nossas sinceras desculpas pelo sucedido. . #vogueportugal @lighthouse.publishing #editorinchief @sofia.slucas

Uma publicação partilhada por Vogue Portugal (@vogueportugal) a

Veja também:

Na altura, peritos em saúde mental citados pelo jornal britânico The Guardian afirmaram que promover "a estética da saúde mental" é algo problemático e que não deveria ser "uma moda".

Cláudia Évora