Uma desordem grave, com cerca de 300 intervenientes, no Bairro Padre Cruz, em Lisboa, terminou com quatro pessoas baleadas e alguns feridos. 

Os feridos foram transportados para o Hospital de Santa Maria.

A Polícia de Segurança Pública (PSP) esteve no local e foi chamada a Unidade Especial de Polícia.

Pelas 17:30, a situação já estava controlada pelas autoridades. A polícia acabou por ficar na área para tentar prevenir possíveis retaliações.

Entretanto, em declarações à Lusa, o comissário Artur Serafim disse que os quatro envolvidos, baleados com armas de fogo "nos membros superiores e inferiores", deram entrada nas urgências do Hospital de Santa Maria "em viatura particular", não apresentando ferimentos graves.

Artur Serafim adiantou que a PSP desconhece ainda a origem da ocorrência, bem como o número total de envolvidos.

Temos conhecimento de que foram várias pessoas envolvidas, desconhecemos o número porque quando chegámos ao local já nada estava a ocorrer", relatou.

O comissário referiu que também a Polícia Judiciária foi acionada para o local.

Os baleados têm idades entre os 27 e os 35 anos, segundo a PSP.

Daniela Rodrigues / com Lusa (atualizado às 18:31)