Um carro da corporação de bombeiros de Vinhais capotou na sequência de um despiste na tarde desta quinta-feira na freguesia de Vilar de Ossos, provocando dois mortos e três feridos.

Ao que a TVI pôde apurar, as vítimas mortais são um homem e uma mulher, tendo sido os feridos reencaminhados para o hospital de Bragança.

Em nota de pesar, o Ministério da Administração Interna lamentou a morte dos operacionais, referindo-se à bombeira Neuza Guedes e ao bombeiro Carlos Morais, de 36 e 22 anos, respetivamente.

O acidente de viação ocorreu durante a deslocação dos bombeiros para um incêndio rural.

Neste momento trágico endereço, em meu nome pessoal e em nome do Governo, os mais sentidos pêsames à família, aos amigos, aos Bombeiros Voluntários de Vinhais, à Associação Humanitária de Bombeiros de Vinhais e aos Bombeiros de Portugal", indica a nota assinada por Eduardo Cabrita.

Também o Presidente da República lamentou a morte dos dois bombeiros em Vinhais, apresentando as condolências às famílias enlutadas.

Numa nota publicada na página oficial da Presidência da República na internet, é explicado que Marcelo Rebelo de Sousa já contactou o comandante da corporação de bombeiros “a quem manifestou a sua solidariedade pelas vidas perdidas no cumprimento de missão e endereçou uma rápida recuperação dos bombeiros feridos”. 

“Às famílias enlutadas, aos bombeiros de Vinhais e demais amigos, apresenta o Presidente da República as suas sentidas condolências”, pode ler-se.

O Chefe de Estado salientou ainda a “triste notícia que patenteia o espírito de entrega e serviço ao próximo, presente nas bombeiras e bombeiros de Portugal”.

O alerta foi dado por volta das 18:00 e vários operacionais estão no terreno para ajudar a tomar conta da ocorrência.

No local estão viaturas do INEM, dos bombeiros de Vinhais e também da GNR.

Liga dos Bombeiros envia "sentidas condolências" à corporação de Vinhais

A Liga dos Bombeiros Portugueses lamentou quinta-feira à noite a morte de dois bombeiros em Vinhais, Bragança, na sequência de um acidente de viação a caminho de um incêndio, endereçando “sentidas condolências” à corporação e às famílias.

A Liga dos Bombeiros Portugueses dirige as sentidas condolências ao corpo de bombeiros, comando e órgãos sociais da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Vinhais, na sequência do grave acidente que vitimou dois dos seus operacionais e causou ferimentos em mais três, um deles com gravidade”, pode ler-se em comunicado.

No comunicado é referido ainda que “o comandante Jaime Marta Soares entende ser o momento de testemunhar publicamente aos bombeiros portugueses em momento tão difícil o enorme respeito devido aos falecidos e feridos no trágico acidente e às suas famílias”.

A Liga dos Bombeiros Portugueses lembra também que a vida de “um bombeiro é feita de riscos e desafios”, reforçando que é uma atividade digna da “admiração de toda a comunidade”.