A GNR deteve um homem de 60 anos e uma mulher de 63 anos por omissão de auxílio em acidente de viação, no concelho de Celorico da Beira, no distrito da Guarda, foi anunciado esta segunda-feira.

O Comando Territorial da GNR da Guarda refere em comunicado enviado à agência Lusa, que o casal foi detido, na sexta-feira, através do Posto Territorial de Celorico da Beira, após o veículo em que seguiam ter colidido com um ciclomotor, provocando ferimentos graves ao condutor, um jovem de 17 anos.

Na sequência de um alerta a dar conta de [um] acidente de viação no Caminho Municipal n.º 1.096, entre as povoações de Vila Boa do Mondego e do Espinheiro, os militares da Guarda deslocaram-se de imediato para o local onde apuraram que um veículo ligeiro de passageiros tinha colidido contra um ciclomotor, provocando ferimentos graves ao condutor”, refere a GNR na nota.

Os militares apuraram que, após o acidente, o condutor do veículo ligeiro e a ocupante “abandonaram o veículo e colocaram-se em fuga, omitindo auxílio ao condutor do ciclomotor que ficou prostrado na via”.

No seguimento da ação foram localizados os suspeitos que estavam escondidos perto do local do acidente, verificando-se que o condutor do ligeiro circulava com chapas de matrícula falsas, que não possuía seguro de responsabilidade civil, nem habilitação legal para conduzir, sendo já reincidente neste tipo de ilícitos, e que estava sob o efeito de álcool, motivos que levaram à sua detenção”, acrescenta a fonte.

A mulher que era ocupante do veículo também foi detida por omissão de auxílio em acidente de viação.

Os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Celorico da Beira.

A ação da GNR contou com o reforço de militares do Posto Territorial de Fornos de Algodres, do Destacamento de Trânsito (DT) da Guarda e do Núcleo de Investigação Criminal de Acidentes de Viação (NICAV) da Guarda.

/ AG