A Polícia de Segurança Pública (PSP) anunciou esta quarta-feira ter detidos na Madeira dois homens com 21 e 58 anos na Madeira pela posse de armas de guerra proibidas.

O comando regional destaca, em comunicado, que estas detenções e as apreensões ocorreram no âmbito de ações desenvolvidas nos concelho do Funchal e Câmara de Lobos, “com particular incidência no combate ao consumo e tráfico de estupefacientes”.

Os dois suspeitos são naturais e residentes em Câmara de Lobos, concelho contíguo a oeste do Funchal.

A PSP apreendeu “uma arma branca denominada ‘borboleta’, uma munição de 6,35 milímetros, uma granada defensiva, um morteiro com 120 milímetros e outro com 81 milímetros”.

Na sequência desta operação foram ainda apreendidas pequenas quantidades de produto estupefaciente (liamba, haxixe, heroína e mefedrona)”, refere a nota policial.

A PSP acrescenta que os detidos “foram constituídos arguidos em processo-crime e serão presentes ao Tribunal Judicial da Comarca do Funchal para submissão a primeiro interrogatório judicial e aplicação das correspondentes medidas de coação penal”.

A autoridade assegura que vai continuar “proativa na prevenção e repressão de todos os tipos de criminalidade”, apelando para que a população denuncie e comunique “em tempo oportuno todos os crimes ou atividades suspeitas”.

/ BC