O SEF deteve uma mulher, na zona do Carregado, por uso de falsificação de documento e permanência irregular no país, indicou este sábado aquele serviço de segurança.

Em comunicado, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras precisa que a mulher, de 30 anos, foi detida na sexta-feira no Carregado e utilizava um documento falso, designadamente o cartão de residência de familiar de cidadão da União Europeia, como documento comprovativo da sua situação documental em Portugal para exercer função laboral numa empresa no Ribatejo.

Segundo o SEF, a mulher detida foi presente ao Tribunal Judicial de Alenquer para interrogatório judicial e o juiz determinou a obrigação de apresentações periódicas como medida de coação.

O SEF refere também que, na última semana, deteve um homem, de 46 anos, alvo de mandado de detenção para cumprimento da pena de prisão de 100 dias, na sequência de condenação de um crime praticado em 2016.

Este serviço de segurança indica que o homem foi intercetado no decorrer do pedido de renovação de autorização de residência efetuado no balcão de atendimento do SEF na Loja do Cidadão de Faro.

O SEF refere ainda, em cumprimento do mandado de detenção e condução, emitido pelo Tribunal Judicial da Comarca de Setúbal, o homem foi entregue no Estabelecimento Prisional de Olhão.

/ JGR