Um homem procurado no Brasil pelo homicídio da sogra foi apanhado em Leiria pela Polícia Judiciária, no cumprimento de um mandado de detenção internacional.

O suspeito, de 38 anos, estava em fuga há mais de um ano, depois de deixar o Brasil em janeiro de 2020.

Após a consumação dos factos, em janeiro de 2020, o arguido pôs-se imediatamente em fuga para a Europa, onde viria a beneficiar do apoio de compatriotas residentes em diversas comunidades deste continente", explica a PJ, em comunicado divulgado neste domingo.

A Polícia Judiciária conta, ainda, que "teve conhecimento da existência do mandado de detenção internacional, através do Gabinete Nacional INTERPOL, em dezembro de 2020", tendo nessa altura iniciado a investigação, que culminou na detenção do suspeito.

O crime de homicídio no Brasil, sublinha, ainda, a PJ, "é punível com pena de prisão até 30 anos".

O detido foi presente ao Tribunal da Relação de Coimbra, que determinou que ficasse a aguardar os ulteriores termos do processo de extradição sujeito à medida de coação de prisão preventiva.

Catarina Machado