Um homem de 30 anos foi detido em Sintra por violação e violência doméstica e depois de ouvido pelo juiz ficou em prisão preventiva, de informou a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL).

Segundo a informação publicada do ‘site’ da PGDL, o detido, de 30 anos, foi ouvido em primeiro interrogatório judicial pelo juiz de instrução criminal na passada terça-feira pela prática de crimes de violência doméstica, violação e gravações ilícitas.

De acordo com a PGDL, o arguido, “desde pelo menos junho de 2018, data em que passou a viver com a ofendida, que a vem agredindo física e psicologicamente, na presença dos dois filhos menores daquela”.

Numa das ocasiões, obrigou ainda a ofendida a praticar atos sexuais contra a sua vontade”, acrescenta a PGDL.

A investigação prossegue sob a direção do Ministério Público da 5.ª secção do Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Sintra, Comarca de Lisboa Oeste, em colaboração com a PSP de Sintra.