A Polícia Judiciária (PJ) identificou e deteve um homem suspeito de 11 crimes de roubo em agências bancárias de Guimarães e Vizela, informou aquela força de segurança, em comunicado enviado à Lusa.

O detido já foi sujeito a um primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coacção de prisão preventiva.

O homem, de 30 anos e sem actividade profissional, foi detido pela presumível autoria dos roubos em agências bancárias. O primeiro roubo aconteceu no dia 9 de Agosto e o último teve lugar na quarta-feira.

Para a prática dos crimes, o indivíduo ameaçava os funcionários das instituições bancárias, fazendo-os crer que «era portador de uma arma de fogo que afinal não possuía», informou a PJ.

Era deste modo que levava os funcionários a entregar-lhe quantias de dinheiro «em montantes variados», acrescenta o comunicado.