Um homem de 29 anos foi detido em Matosinhos suspeito de um crime de detenção de arma proibida e outro de ofensa à integridade física, tendo ficado em prisão preventiva, anunciou hoje a Polícia Judiciária (PJ).

Em comunicado, a PJ refere que, através da Diretoria do Norte, deteve o suspeito “em cumprimento de mandados de detenção emitidos pelo Ministério Público”.

A polícia adianta que os factos ocorreram no dia 03 de maio, “na residência do arguido, em Perafita, em Matosinhos, tendo na sua origem o manuseamento de uma arma de fogo na presença de um amigo”.

Na ocasião, o arguido, na posse de um revólver para o qual não é possuidor de qualquer tipo de licença, efetuou várias operações de introdução e retirada de munições, em atos de exibição perante a vítima, acabando por efetuar um disparo com o qual atingiu esta na região abdominal, provocando-lhe ferimentos de tal forma graves que a mesma correu perigo de vida”, acrescenta.

O detido, ajudante de serralheiro, tem “antecedentes criminais pela prática dos crimes de homicídio na forma tentada, violência doméstica, posse de arma ilegal e tráfico de estupefacientes”, e foi “presente a primeiro interrogatório judicial”, tendo ficado em “prisão preventiva”, conclui a PJ.