O Tribunal de Penafiel ordenou a prisão preventiva de um homem de 54 anos, por violência doméstica, após ter violado a vigilância por pulseira eletrónica, informou esta quarta-feira a GNR.

Segundo a autoridade policial, o suspeito foi detido em flagrante delito, na segunda-feira, quando regressou a casa e ameaçou de morte a mãe, de 80 anos, e as suas irmãs.

O homem recorria, segundo a GNR, a uma arma branca, exigindo dinheiro "para satisfazer o seu consumo de bebidas alcoólicas".

O suspeito foi encaminhado para o Estabelecimento Prisional de Santa Cruz do Bispo.

/ HCL