A Direção-Geral da Saúde (DGS) decidiu rever a estratégia de testagem à covid-19 e ainda esta semana vai apresentar uma proposta ao Ministério da Saúde, que prevê o aumento dos testes a contactos de casos positivos.

A revisão de estratégia surge depois de a ministra da Saúde ter pedido à DGS para estudar o assunto, como confirmou a própria na terça-feira, após a reunião com os especialistas no Infarmed sobre a situação epidemiológica no país.

Marta Temido indicou que o seu ministério pediu a reavaliação dos critérios para testagem de contactos com pessoas infetadas no sentido de qualquer contacto, independentemente do risco, poder ter acesso a um teste.

Esta revisão vai ser apresentada nos próximos dias.

A Direção-Geral da Saúde apresentará ainda esta semana ao Ministério da Saúde uma proposta de revisão da estratégia de testagem", confirmou fonte do organismo à TSF, nesta quarta-feira.

A DGS adiantou, ainda, à rádio que o objetivo da revisão da estratégia de testagem passa por "fomentar as ações de rastreio, bem como os testes a realizar a contactos de casos positivos de covid-19".

Aumentar a capacidade de testagem é, também, para o epidemiologista Manuel Carmo Gomes a “arma principal” no combate à pandemia de covid-19, como o próprio indicou na última reunião do Infarmed, a última também em que participou.

O objetivo é “muito simples", considerou. 

Reduzir o número de casos muito depressa e não permitir que a curva epidémica suba, ganhando tempo para vacinar o maior número possível de pessoas o mais depressa possível.” 

Redação / CM