Neste momento, a faixa etária mais afetada pela pandemia de covid-19 em Portugal é a dos "adultos jovens".

André Peralta Santos, da Direção-Geral da Saúde (DGS), disse esta sexta-feira na reunião do Infarmed que "a maior incidência está agora no grupo dos 20 aos 29 anos e também nos 30 aos 40 anos".

Por outro lado, no grupo dos "80+" constata-se, por via da vacinação, uma redução significativa da incidência.

Com mais foco na região de Lisboa e Vale do Tejo, o especialista explicou que as freguesias do centro têm incidências maiores, algumas superiores a 240 casos por cem mil habitantes. Já as contíguas, apresentam mais de 120 casos, ou seja, a variação dessa incidência em Lisboa mostra que o crescimento está a “dispersar-se”.

Internamentos continuam a descer

No que diz respeito às hospitalizações, André Peralta Santos ressalvou que, embora a um "menor ritmo", os internamentos mantêm "uma tendência decrescente". A faixa etária com mais internados é a dos 40 aos 59, um fenómeno que o especialista da DGS considera "expectável" devido à vacinação dos mais idosos.

Nos cuidados intensivos também há uma "tendência de redução" e, em relação à mortalidade assiste-se a "níveis muito baixos", estando agora nos três mortos por milhão de habitantes.

Lara Ferin