Portugal regista hoje mais um morto e 153 novos casos de infeção por covid-19 em relação a sábado, segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS).

De acordo com o relatório da situação epidemiológica da DGS, desde o início da pandemia até hoje registaram-se 51.463 casos de infeção confirmados e 1.738 mortes.

A região de Lisboa e Vale do Tejo, onde continua a haver mais surtos ativos de covid-19, totaliza hoje 25.323 casos, mais 92 do que na véspera

153_DGS_boletim_20200802.pdf by Patrícia Pires on Scribd

Em termos percentuais, nas últimas 24 horas, o aumento de óbitos foi de 0,05% (passou de 1.737 para 1.738) e o de casos confirmados de 0,29% (de 51.310 para 51.463).

Em número de casos, a região de Lisboa e Vale do Tejo lidera, com 26.323, seguida pela região Norte (18.780, mais 38 casos), a região Centro (4.455, seis novos casos). O Alentejo tem mais sete casos (743) e o Algarve mais oito (887).

A Madeira regista mais dois casos de covid-19 do que no sábado, totalizando 108 casos, enquanto os Açores mantêm os 167 casos.

A região Norte continua a registar o maior número de mortes (828), seguida da região de Lisboa e Vale do Tejo (606, mais um do que no sábado), o Centro (252), Alentejo (22), Algarve (15) e Açores (15). Na Madeira não há mortes registadas.

Segundo a Direção-Geral da Saúde, o óbito hoje contabilizado ocorreu na região de Lisboa e Vale do Tejo e a vítima encontra-se na faixa etária entre os 60 e os 69 anos.

O número de pessoas internadas é de 378 nas últimas 24 horas (mais três do que no domingo), referem os dados, apontando ainda que 41 doentes estão nos cuidados intensivos (mais um).

Os dados indicam que do total das vítimas mortais, 869 são homens e 869 são mulheres.

Por faixas etárias, o maior número de óbitos concentra-se nas pessoas com mais de 80 anos (1.165), seguidas das que tinham entre 70 e 79 anos (337), entre 60 e 69 anos (155) e entre 50 e 59 anos (55). Há ainda 20 mortos registados entre os 40 e 49 anos, quatro entre os 30 e 39 e dois entre os 20 e 29 anos de idade.

Em termos globais, há mais infetados na faixa etária entre 40 e 49 anos (8.524), depois entre 30 e 39 anos (8.405), 20 e 29 anos (7.877), 50 a 59 anos (7.781), seguida das pessoas com mais de 80 anos (5.867).

As autoridades de saúde têm sob vigilância 36.148 pessoas, mais 487 relativamente a sábado, e 1.547 aguardam resultado laboratorial, menos 84.

O número de doentes dados como recuperados da covid-19 aumentou nas últimas 24 horas para 36.984, mais 201, um número superior ao de novos casos (153).

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 685 mil mortos e infetou mais de 17,8 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

/ PP (atualizado às 14:19)