Portugal regista, este domingo, mais três mortes e 941 novos casos de covid-19, revela o mais recente boletim da Direção-Geral de Saúde (DGS).

O boletim epidemiológico indica que estão mais 16 pessoas em enfermaria hospitalar, somando agora 405, e menos duas nas unidades de cuidados intensivos, onde se encontram 97 doentes devido à doença.

Mais de metade dos novos casos de infeção (641) continuam a ser registados na região de Lisboa e Vale do Tejo, onde se verificou uma das três mortes.

As autoridades de saúde contam mais 574 casos ativos, num total de 28.297, enquanto mais 364 pessoas foram dadas como recuperadas, totalizando 819.688 desde os primeiros casos de infeção, em março de 2020.

O número de contactos em vigilância aumentou para 1.189 nas últimas 24 horas e atinge agora as 38.890 pessoas.

Desde o início da pandemia morreram em Portugal 17.065 pessoas com covid-19 e foram registados 865.050 casos de infeção por SARS-CoV-2.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo contam-se até agora 331.037 casos de infeção e 7.238 mortes com covid-19.

A região Norte tem hoje 131 novas infeções, totalizando 343.512 casos de infeção e 5.361 mortes desde o início da pandemia.

Na região Centro registaram-se mais 51 casos, acumulando-se 120.935 infeções e 3.027 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais oito casos, totalizando 30.630 infeções e 972 mortes, desde o início da pandemia.

Na região do Algarve o boletim de hoje revela que foram registados 75 novos casos, acumulando-se 23.086 infeções e 365 mortos.

A região Autónoma da Madeira registou cinco novos casos, totalizando 9.842 casos e 69 mortes com covid-19 desde março de 2020.

Os Açores têm hoje 30 novos casos e contabilizam 5.957 casos e 33 mortos.

As autoridades regionais dos Açores e da Madeira divulgam diariamente os seus dados, que podem não coincidir com a informação divulgada no boletim da DGS.

A incidência da infeção com SARS-CoV-2 em Portugal ultrapassou os 100 casos por 100.000 habitantes e o índice nacional de transmissibilidade (Rt) subiu de 1,12 para 1,14, segundo dados oficiais divulgados na sexta-feira.

Segundo dados do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, Lisboa e Vale do Tejo é a região do país que apresenta o Rt mais elevado, tendo aumentado dos 1,12 para os 1,20 numa semana, e a variante Delta, associada à índia tem uma prevalência de 60%.

Os últimos dados disponibilizados pela DGS indicam que, desde 27 de dezembro de 2020, já foram administradas 7.237.071 vacinas, das quais 2.567.766 são segundas doses.

O novo coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 470.959 mulheres e 393.682 homens, mostram os dados da DGS, segundo os quais há 409 casos de sexo desconhecido, que se encontram sob investigação, uma vez que esta informação não é fornecida de forma automática.

Do total de vítimas mortais, 8.956 eram homens e 8.109 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nos idosos com mais de 80 anos, seguidos da faixa etária entre os 70 e os 79 anos.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.862.364 mortos no mundo, resultantes de mais de 178,1 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Rafaela Laja