O Estado português vai comprar à China equipamentos de proteção para a epidemia de Covid-19 e esta semana chegarão quatro milhões de máscaras, anunciou o secretário de Estado da Saúde, António Sales.

Em conferência de imprensa conjunta com a DGS, António Lacerda Sales avançou que vai sair de Portugal, ainda esta segunda-feira, um avião com destino à China.

Temos também uma escala, nas próximas semanas, com novas idas à China para fazer face quer às compras do Estado, quer para assegurar a chegada de algumas ofertas que têm surgido", acrescentou António Lacerda Sales.

Assim, esta semana, Portugal terá mais dois milhões de máscaras cirúrgicas e dois milhões de máscaras FFP2, bem como 50.000 zaragatoas.

O material será distribuido tendo em conta as necessidades.

SNS com capacidade para realizar 2.500 testes diários e privados 1.500

O Serviço Nacional de Saúde tem, neste momento, capacidade para realizar 2.500 testes diários e o setor privado mais 1.500 testes por dia, avançou o secretário de Estado da Saúde.

No entanto, existe uma capacidade em stock entre público e privado de cerca de 20 mil testes”, afirmou António Lacerda Sales.

Segundo António Sales, o SNS tem vindo “a aumentar progressivamente” a capacidade de realizar testes à infeção pelo novo coronavírus (SARSCov2).

O secretário de Estado agradeceu ainda o trabalho realizado pelas autarquias locais e pelos autarcas do país que “se têm voluntariado no sentido de criar condições para a testagem ao coronavírus”.

Este é o tempo de cerrarmos fileiras, de cada um fazer a sua parte, e não devemos esquecer que todos devemos ter o nosso plano de contingência”, sublinhou.

António Sales salientou que, quando já estão em vigor as regras dos “tempos excecionais” que se vivem, e “numa altura em que a sociedade se vai adaptando, de uma maneira geral de uma forma muito positiva a essa realidade, importa lembrar que as medidas de emergência (...) visam garantir a saúde pública”.

Servem para evitar que os portugueses adoeçam, ou quando não o conseguirmos, para evitar pelo menos que não adoeçam todos ao mesmo tempo de forma a que o sistema de saúde consiga dar respostas nas melhores condições possíveis”, referiu.

Há 82 médicos e 37 enfermeiros infetados com Covid-19

O secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, anunciou que existem 82 médicos e 37 enfermeiros infetados com o novo coronavírus em Portugal.

De acordo com António Lacerda Sales, existem no total 165 profissionais infetados, distribuídos entre outras classes de prestação direta de serviços, como assistentes operacionais e assistentes técnicos.

O número de mortes associado ao Covid-19 subiu para as 23 e os casos de infeção são 2060, mais 460 que no domingo, segundo o boletim epidemiológico da DGS divulgado ao final da manhã.

Governo pede a responsáveis de lares que criem espaços de confinamento

 O secretário de Estado da Saúde pediu aos responsáveis dos lares de terceira idade que criem espaços de confinamento e ativem os planos de contigência para fazerem face à epidemia de covid-19.

Admitindo que a situação dos lares inspira preocupação, o governante disse hoje que "os casos agora conhecidos de infeção em lares deixam ainda mais clara a urgência de estes estabelecimentos ativarem os seus planos de contingência com espaços de confinamento".

Sabemos que muitas vezes é difícil em função da arquitetura dos próprios espaços, mas tem de haver um esforço no sentido de criar esses espaços de isolamento. Estamos em emergência e isso exige uma flexibilização de procedimentos", apelou.

O secretário de Estado disse ainda que estas instituições que cuidam de idosos podem recorrer a bolsas de voluntariado para fazerem face ao problema da falta de recursos humanos.

 

Rafaela Laja / Atualizada às 16:20