“A culpa não foi minha, foi dele/a…” é das frases mais ouvidas nas discussões entre irmãos. No Dia dos Irmãos, a TVI24 reuniu alguns dos mais mediáticos. Da música ao futebol, de Portugal ao estrangeiro. Uns são quase como aliados e outros que, talvez pelas diferenças, até nunca diria que seriam irmãos.

Os laços que unem os irmãos muitas vezes dão-lhes a capacidade de "Amar pelos Dois" e foi com esta música que os irmãos Sobral conquistaram o Festival da Eurovisão.

Luísa Sobral escreveu e Salvador cantou e encantou meio mundo. Uma música que, além de ter sido a mais votada de sempre do festival, demonstra a cumplicidade entres os dois irmãos do momento em Portugal.

Luísa, de 29 anos, ficou conhecida depois de ter participado, em 2003, no programa Ídolos, da SIC, preferindo acabar o ensino secundário nos Estados Unidos da América. Salvador, de 27 anos, participou no mesmo programa seis anos depois, onde ficou em sexto lugar. Também ele estudou no estrangeiro, mas em Espanha.

Ambos não se coíbem de mostrar o enorme orgulho que têm um no outro. Luísa na voz e interpretação do irmão, Salvador na composição e talento da irmã. Embora o trabalho em conjunto seja uma das músicas mais ouvidas do momento, os irmãos sempre seguiram caminhos diferentes durante a vida e tencionam continuar a fazê-lo.

A minha irmã tem um talento incrível, nunca duvidei e agora todos podem ver que qualquer canção que ela faça a Europa fica tocada”, elogiou Salvador.

Mas nem só na música existe cumplicidade. A prova disso são as gémeas Mortágua, ambas deputadas na Assembleia da República pelo Bloco de Esquerda.

Muitas vezes confundidas, as filhas de um revolucionário seguiram caminhos diferentes no ensino: Joana licenciou-se em Relações Internacionais e Mariana em Economia. 

Joana foi cabeça de lista pelo círculo eleitoral de Évora em 2009 e em 2013 por Almada. Mariana estreou-se como deputada em 2013 e foi eleita para a corrida a Lisboa em 2015. Saltou para a ribalta durante a comissão de inquérito ao caso BES, ao fazer frente, por exemplo, a Ricardo Salgado e Zeinal Bava.

As irmãs já se confrontaram diversas vezes, dentro do partido, defendendo ideias diferentes.

Eu garanto, e dou-vos a minha palavra de honra, que eu e a Joana somos pessoas diferentes, com personalidades diferentes e com opiniões diferentes. Há pessoas nas bancadas da Assembleia da República opostas que são mais parecidas que eu e a minha irmã. Mais que uma sobreposição, a Joana vai ser uma mais-valia no Parlamento.“ 

Também na política internacional, os cinco filhos do atual presidente dos Estados Unidos da América dão que falar. São de casamentos diferentes e são também eles diferentes.

Donald Trump Jr, Ivanka e Eric Trump são os três filhos do primeiro casamento do presidente com Ivana Trump. Os irmãos são o braço-direito do pai no universo de empresas e negócios.

Ivanka, 35 anos, considerada uma das mulheres mais bem-sucedidas da América, foi a principal assessora do pai na campanha das presidenciais. Já Tiffany Trump é bem diferente da irmã. Com 23 anos, a única filha do segundo casamento de Donald Trump com Marla Maples, é a menos conhecida da família e a única que não tem acompanhamento por parte dos serviços secretos. Sempre viveu com a mãe, em Los Angeles.

Embora mais afastada da família, Tiffany tem uma boa relação com os irmãos e faz questão de o mostrar nas redes sociais. 

 

 

Happy 10th birthday to my little brother! 🎂🎉

Uma publicação partilhada por Tiffany Ariana Trump (@tiffanytrump) a

 

Baron, filho mais novo de Donald Trump, fruto do seu casamento com Melania, tem 11 anos e, por isso também, tem sido protegido das luzes da ribalta pela mãe.

 Os meus filhos são um exemplo. Estou muito orgulhoso do Don, do Eric e da Ivanka, e, num plano inferior, da Tiffany, que acabou agora os estudos, mas tem sido espetacular. Trabalham muito.”

No futebol, há vários exemplos de irmãos que seguem as mesmas pisadas, como é o caso de João Mário e Wilson Eduardo.

João Mário, internacional português que atualmente representa o Inter de Milão, e o irmão Wilson Eduardo, do Sp. Braga, começaram a jogar nas camadas jovens do FC Porto e ao fim de dois anos rumaram ao Sporting, onde completaram a formação e se iniciaram como profissionais.

No entanto, embora pertencessem ao mesmo clube, Wilson Eduardo, de 26 anos, esteve quase sempre fora de Alvalade, sendo emprestado a outras equipas ano após ano. João Mário, 24 anos, conquistou a titularidade de leão ao peito.

A relação dos irmãos é muito forte e os próprios fazem questão de demonstrá-lo. Na altura em que João Mário foi para o Inter de Milão, Wilson Eduardo manifestou o seu orgulho pelo sucesso irmão, deixando-lhe uma mensagem nas redes sociais para todos verem.

Dentro das quatro linhas, chegaram a defrontar-se, mas sem que os laços que os unem fossem uma distração. No último jogo da época 2015-2016, o Sporting de João Mário defrontou o Sporting de Braga de Wilson Eduardo, com o irmão mais velho a deixar bem clara a situação.

Eu tenho de fazer o meu trabalho, ele tem de fazer o dele, sabemos isso. Mas, se chegarem à última jornada a precisar de vencer, vão ter de fazer por isso e não vai ser fácil bater-nos aqui no nosso estádio."

Há também os casos em que os genes dos pais ajudam e influenciam a vida dos filhos. A prova disso está na moda internacional. Duas irmãs, modelos mundialmente conhecidas, uma loira e outra morena: Bella e Gigi Hadid até já desfilaram juntas como anjos da Victoria's Secret.

São apenas 18 os meses de diferença entre ambas. Gigi Hadid recebeu, em 2016, o título de “Modelo Internacional do Ano”. Começou a carreira era ainda bebé e é requisitada pelas principais marcas.

A irmã, Bella, também tem conquistado o seu espaço no mundo da moda, muito pela força do nome e das comparações com Gigi.

As duas são utilizadoras assíduas das redes sociais e são muitas as ocasiões em que partilham fotografias juntas.

 

My girls. Grateful to have you by my side 💜💕 #vsfs2016

A post shared by Gigi Hadid (@gigihadid) on

Da realidade para a ficção, que fãs de "Game of Thrones" ("A Guerra dos Tronos") não sofrem com a história dos irmãos Stark? Os seis separaram-se, tanto nos livros como na série, e pelo menos dois deles nunca conseguirão viver o tão esperado reencontro. 

Dos seis irmãos, apenas cinco são filhos de Eddard e Catelyn Stark: Robb, Sansa, Arya, Brank e Rickon. Já Jon Snow é, supostamente, o filho bastardo de Eddard. Da relação entre os irmãos, sabe-se que cresceram todos em Winterfell e que, além da evidente amizade entre todos, partilham o mesmo animal de estimação: todos recebem um lobo gigante no início da saga e, ao longo desta, a história das personagens também se relaciona com a história dos animais.

Robb, o irmão mais velho, auto-proclamou-se rei e morreu no conhecido episódio Red Weeding (O Casamento Vermelho). O mesmo destino teve o irmão mais novo, Rickon Stark, que morreu num dos últimos episódios da temporada seis, na Battle of the Bastards (Batalha dos bastardos). É nesta mesma altura que Jon Snow e Sansa se reencontram. 

Os restantes irmãos ainda não se reencontraram, mas o sentimento de proteção de Jon Snow para com os irmãos sempre ficou bem presente durante todas as temporadas da série. 

 

 

#oldbutgood La famiglia #stark al completo! Bei ricordi,eh? #got#gamesofthrones#familystark

Uma publicação partilhada por @tvshow_italia a