A GNR levantou um auto de contra-ordenação a um agente da PSP que alegadamente, sábado, disparou vários tiros de salva com a pistola pessoal numa quinta em Castelo de Vide (Portalegre), onde decorria uma festa.

Fonte da GNR disse à agência Lusa que foi levantado um auto de contra-ordenação ao agente da PSP por uso abusivo de arma de fogo.

A mesma fonte revelou que o indivíduo, com cerca de 50 anos de idade e agente da PSP em Lisboa, efectuou os disparos na noite de sábado, «por volta das 20h30».

O agente da PSP, que participava numa festa com 400 pessoas, terá alegadamente disparado a arma no exterior do recinto.

O indivíduo foi ainda transportado por militares da GNR para o hospital de Portalegre para efectuar o teste de alcoolemia, desconhecendo-se o resultado do mesmo.
Redação / HB