Os hospitais portugueses já ativaram cerca de um terço das camas extra que estão previstas nos planos de contingência para o inverno. O crescimento da atividade gripal, que deve atingir o pico em janeiro, é a principal causa.

A informação foi avançada pela Administração Central do Sistema de Saúde ao Público.

A taxa diária de urgências com internamento está a aumentar desde o início do mês. Além do aumento de camas, existem mais de 100 centros de saúde com horário alargado em todo o país.

As duas medidas constam do plano de contingência que pretende fazer face ao aumento da procura de cuidados provocado pelo frio, gripe e outros vírus respiratórios.

/ AG