O Tribunal de Instrução Criminal de Guimarães aplicou esta sexta-feira prisão preventiva a um homem de 34 anos “fortemente suspeito” da autoria de “pelo menos” 12 crimes de roubo em estabelecimentos comerciais na cidade de Braga, disse fonte policial.

Detido na quarta-feira pela PSP, o homem é suspeito de seis roubos em postos de abastecimento de combustíveis, sendo uma loja de canábis, um quiosque, duas papelarias e um salão de cabeleireiro os outros alvos.

Segundo fonte da PSP, o suspeito é toxicodependente e só procurava dinheiro ou tabaco.

Os roubos terão “rendido” mais de 2.800 euros e ocorreram entre 03 de novembro e 07 de dezembro.

O suspeito atuava munido de uma faca, com a qual ameaçava os funcionários.

Num dos roubos, provocou ferimentos numa pessoa.

Noutra ocasião, num posto de abastecimento de combustíveis, envolveu-se em confrontos com um cliente, tendo abandonado o local sem consumar o roubo.

Dos 12 roubos de que é suspeito, foi reconhecido pelas vítimas em 11.

A PSP admite que o suspeito poderá estar envolvido em mais casos do género, continuando as investigações.