Dois homens, de 56 e 58 anos, foram detidos pela GNR por alegado tráfico de droga, nos concelhos de Aljustrel e Ourique (Beja), tendo os militares apreendido quase 2.000 doses de heroína, foi hoje revelado.

Em comunicado enviado hoje à agência Lusa, o Comando Territorial de Beja da GNR explicou que os dois suspeitos foram detidos “em flagrante”, na sexta-feira, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Aljustrel.

Os militares, no âmbito de uma investigação por tráfico de estupefacientes, detiveram “o primeiro suspeito no início da noite do dia 18 de junho, nas proximidades da localidade de Ourique”, disse a Guarda.

Nesse mesmo dia foram também “realizadas duas buscas domiciliárias à residência dos suspeitos, duas em veículo e uma num estabelecimento”, as quais “culminaram na detenção em flagrante do segundo suspeito”, assim como na apreensão de 1.971 doses de heroína.

Além da droga, os militares apreenderam cinco telemóveis, cinco facas, uma balança de precisão, diversos utensílios utilizados no tráfico, um veículo automóvel e 1.230 euros em numerário, acrescentou a GNR.

Ambos os suspeitos já foram presentes a primeiro interrogatório judicial, um deles no Tribunal Judicial de Beja e o outro no de Ourique, ficando os dois sujeitos à medida de coação de prisão preventiva, enquanto aguardam o desenrolar do processo.

A ação policial foi reforçada por militares do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Almodôvar, dos postos territoriais de Aljustrel, Castro Verde, Ourique e Almodôvar e do Posto de Trânsito de Ourique.

/ LF