A Polícia Judiciária (PJ) deteve no aeroporto de Lisboa um passageiro estrangeiro que transportava, dissimulada na bagagem, cocaína suficiente para a composição de pelo menos 24 mil doses individuais.

Segundo o comunicado da Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes (UNCTE) da PJ, a droga, transportada de um país da América do Sul para Lisboa, estava escondida no interior de embalagens de café.

"A droga em causa, que se encontrava misturada com café moído e que não reage aos testes de campo que normalmente são utilizados na identificação deste tipo de estupefaciente, havia sido sujeita a um complexo tratamento químico até há pouco tempo desconhecido das autoridades policiais, de molde a impedir a sua deteção e identificação", revela a PJ.

A detenção do suspeito, de 35 anos, que ficou em prisão preventiva após interrogatório judicial, ocorreu no âmbito do controlo que regularmente é exercido sobre os movimentos de passageiros com origem em países considerados de risco, por forma a prevenir a introdução de droga em Portugal e noutros países europeus por via aérea.