Uma aeronave não tripulada embateu esta sexta-feira numa habitação na Atouguia da Baleia, em Peniche, e provocou danos materiais, disse à agência Lusa fonte da GNR.

O aparelho tinha o formato de um avião e atingia um tamanho de seis metros com ambas as asas abertas, descreveu a fonte da GNR, que esteve no local a investigar.

Por seu lado, o comandante dos bombeiros locais, José António Rodrigues, disse à Lusa que foram chamados para a ocorrência às 13:04 pelos moradores, que pensaram tratar-se de uma aeronave tripulada, tendo-se gerado o pânico no local.

Trata-se, segundo o responsável, de um drone pertencente a uma empresa que estava a efetuar testes no Aeródromo de Atouguia da Baleia, que provocou estragos nas "telhas e no beirado da casa", mas não fez quaisquer feridos.

Os meios mantiveram-se ainda durante algum tempo neste local do distrito de Leiria para evitar um eventual incêndio provocado por derrames de combustível do depósito, o que não veio a suceder.

No local, estiveram a ambulância de Suporte Imediato de Vida de Peniche e ainda seis viaturas dos bombeiros de Peniche, num total de 18 homens, um número de meios justificado pelo facto de o alerta inicial ter apontado para a queda de uma aeronave tripulada em cima da habitação.