Esta quarta-feira vai ser possível ver de Portugal a segunda Super Lua do ano, sendo que se espera que esta seja a maior de todas. O fenómeno é descrito pelo Observatório Astronómico de Lisboa (OAL), que indica que a Lua estará na fase mais cheia às 12:14. Antes disso, e por volta das 02:49 desta quarta-feira, é esperado que atinja o perigeu, o ponto mais perto da Terra, quando ficará a 357 mil quilómetros do nosso planeta.

Os dois acontecimentos vão estar desfasados por pouco mais de nove horas. Mais tarde, e por volta das 21:14 de quarta-feira, espera-se que a Lua pareça maior do que o habitual, o que é uma conjugação do efeito de Super Lua com uma ilusão de ótica que faz com que o astro pareça aumentado no horizonte.

O fenómeno, ainda que diluído, poderá continuar a verificar-se na quinta-feira, com a Lua a nascer por volta das 22:29, altura em que ainda parecerá maior que o normal.

Em sentido inverso, ocorre no mesmo período do dia um eclipse lunar, o qual não poderá ser observado, porque acontecerá durante o dia em Portugal.

Às 10:45 a Lua entra na sombra e ficará completamente coberta a partir das 12:10”, refere o OAL, que acrescenta que o fenómeno será observado a partir da costa oeste da América e da costa este da Ásia.

Um fenómeno de Super Lua ocorre quando a Lua, na sua fase cheia, atinge o perigeu.

António Guimarães