O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, anunciou esta quarta-feira que vão ser promovidos nas próximas semanas militares da Guarda Nacional Republicana, sendo estas promoções referentes a 2018.

Durante cerimónia de entrega à GNR de 20 cães e de 20 viaturas, Eduardo Cabrita precisou que as promoções que vão ser propostas “nas próximas semanas” dizem respeito aos militares que adquiriram esse direito em 2018, mas não especificou quantos.

Estas novas promoções acontecem depois de terem sido promovidos este mês 1.514 militares da GNR, correspondendo aos dois terços dos guardas que faltava promover desde 2017.

A concretização justíssima, há poucas semanas, de 1.514 promoções deve ser prosseguida com a fase seguinte de promoções que iremos propor, nas próximas semanas, para concretização relativa aqueles que adquiram esses direitos até ao final de 2018”, disse Eduardo Cabrita.

Destacando as várias valências da corporação, o ministro sublinhou que “a GNR está na primeira linha da intervenção de todos os domínios que garantam a segurança dos portugueses”, como é o caso do “combate sem tréguas à violência doméstica”.

Eduardo Cabrita sustentou que o combate à violência doméstica “é hoje uma prioridade na sociedade portuguesa”.