A Câmara da Guarda anunciou hoje que vai atribuir apoios económicos no valor de 65 mil euros a cerca de 1.350 alunos do concelho que vão frequentar o 1.º ciclo do ensino básico público e particular.

Segundo a autarquia, os apoios são atribuídos no âmbito das medidas de promoção do acesso à igualdade de oportunidades e de promoção do sucesso escolar.

Estes apoios materializam-se na oferta dos livros suplementares de fichas a todos os alunos do 1.º ciclo [do ensino básico] e apoio monetário para a aquisição de material escolar aos alunos posicionados no escalão A e B da Ação Social Escolar", explica o município da Guarda em comunicado.

De acordo com a nota, "esta é uma das formas de a autarquia promover a igualdade no acesso ao ensino e minimizar os encargos financeiros das famílias com a Educação" no próximo ano letivo.

Para além destes apoios, a Câmara Municipal da Guarda, presidida por Carlos Chaves Monteiro, disponibiliza ainda a todas as crianças que frequentam a rede pública de ensino pré-escolar e 1.º ciclo do ensino básico uma Rede de Componentes de Apoio à Família que acolhe as crianças em horários não letivos, de manhã e de tarde, e assegura o fornecimento de refeição (almoço).

No ano letivo de 2019/2020, o município continuará também a garantir o transporte escolar dos alunos do 1.º, 2.º e 3.º ciclos e ensino secundário, "sempre e quando a distância da residência ao estabelecimento de ensino frequentado for superior a três quilómetros, dependendo se o mesmo está ou não equipado com cantina/refeitório".

A autarquia da Guarda sublinha na nota que "continua empenhada em valorizar e dar prioridade a políticas educativas e sociais, reforçando todo o apoio para que os jovens do concelho da Guarda possam ter acesso a uma educação com sucesso".