“Os contratos de autonomia não ficam de todo esvaziados, o que acontece é que a BCE representava um problema na articulação do recrutamento de professores”, disse à Lusa, à margem de uma reunião com diretores de escolas, no Conservatório de Música do Porto.




substituir a BCE pela Reserva de Recrutamento













Redação / AR