“O que importa é criar soluções que sejam mais rápidas do ponto de vista da concretização dos equipamentos”, além de fazer a identificação “rigorosa dos sítios, dos locais exatos onde podem ser mais úteis e eficazes” para suprir as dificuldades das famílias, afirmou Fernando Medina.















“É nossa competência apoiar [as creches], do ponto de vista de uma política de desenvolvimento da cidade, e para isso se poder fazer de forma harmoniosa precisamos desta dupla parceria, com a administração central, por um lado, mas também com as IPSS”, explicou.