Depois da FENPROF e de outras estruturas sindicais de professores, também a FNE teve oportunidade de falar com a nova ministra da Educação sobre a avaliação dos professores. O líder João Dias da Silva ficou convencido de que o actual modelo tem os dias contados.

«A FNE dá 60 dias ao Ministério para terminar as negociações sobre o processo de avaliação. Não podemos esperar muito mais tempo», disse à saída da reunião, considerando que «existem outras matérias a discutir, pelo que não se pode demorar muito mais tempo».

«Apostamos neste processo negocial. Numa solução que vá de encontro às aspirações dos professores», frisou, considerando que foi uma «reunião simpática de trabalho».

Discussão no Parlamento ainda este mês

A Assembleia da República discute nos próximos dias 19 e 20 de Novembro as iniciativas legislativas de todos os partidos sobre o modelo de avaliação de professores e o estatuto da carreira docente, agendou a conferência de líderes.

Segundo a porta-voz da conferência de líderes parlamentar, a deputada do PS Celeste Correia, o prazo para entrega das iniciativas sobre educação termina na próxima sexta-feira.

PCP, BE, CDS-PP e PEV foram os partidos que apresentaram iniciativas legislativas que propõem a suspensão do actual sistema de avaliação de professores e a aplicação de um novo.
Redação / Manuela Micael