O Partido Socialista (PS) está disponível para negociar a avaliação dos professores.

O líder parlamentar dos socialistas, Francisco Assis, sublinhou, esta quinta-feira, a sua disponibilidade para negociações sobre a avaliação dos professores e o Estatuto da Carreira Docente, noticia a Lusa.

Francisco Assis advertiu, no entanto, que as linhas de orientação da futura discussão deverão sempre partir do Governo. O líder da bancada «rosa» diz estar convencido que «num espírito de diálogo» é possível «encontrar soluções para o sector da Educação».

«Compete ao Governo legítimo do país, cujo programa vai ser discutido para a semana na Assembleia da República, apresentar linhas de orientações neste sector [Educação]. Depois compete aos grupos parlamentares participarem activamente num debate para se alcançarem as soluções, tendo sempre como ponto de partida as opções do Governo neste domínio», defendeu.

As declarações de Francisco Assis foram feitas aos jornalistas após este ter recebido em audiência a Federação Nacional de Educação (FNE), que exigiu ao PS o fim do actual modelo de avaliação dos professores e a revisão do estatuto da carreira docente.

O líder da bancada «rosa» afirmou que pela parte da bancada «haverá uma grande preocupação para que se encontre as melhores soluções para o sector da Educação».

«Num espírito de diálogo, como aconteceu nesta reunião com a FNE, estou convencido que é possível encontrar soluções para o sector da Educação, que é crucial para qualquer país», disse.
Redação / RGB