O secretário de Estado das Comunidades de Portugal, António Braga, apoiou e incentivou a participação dos candidatos portugueses e luso-descendentes nas próximas eleições municipais em França, considerando que é um exemplo para as gerações futuras.

Numa carta dirigida individualmente a cada um dos mais de mil candidatos portugueses e luso-descendentes, a que a Agência Lusa teve acesso, António Braga começa por dizer que quer expressar «a admiração e o reconhecimento pelo gesto cívico de participação activa, no uso de direitos consagrados no seio da União Europeia».

«A França é um país com quem Portugal mantém, desde muito longe na história, uma relação excepcionalmente amistosa. A sua participação no próximo acto eleitoral, enquanto candidato, contribuirá, certamente, para valorizar e reforçar a visibilidade dos luso-descendentes e da comunidade portuguesa pelo envolvimento na construção do devir social do país em que decidiram viver», lê-se na missiva.

«Seja qual for o resultado, a sua participação é já uma distinção e um exemplo encorajador para as novas gerações que emergem em França, justamente no sentido de os mobilizar a uma cada vez maior participação efectiva, contribuindo, pelo uso dos direitos cívicos, para a consagração de uma cidadania plena», acrescenta o secretário de Estado.

Sublinhando que «independentemente do quadrante partidário, a liberdade e o pluralismo são apanágio da democracia», por isso António Braga deseja aos candidatos «as maiores felicidades para o próximo acto eleitoral».

Mais de mil candidatos portugueses e luso-descendentes participam nas próximas eleições municipais francesas, que se realizam a 09 e 16 de Março.

No âmbito do apoio e incentivo que pretende dar aos portugueses e luso-descendentes que participam activamente na vida política dos países onde residem, o secretário de Estado das Comunidades, António Braga, está a promover o Fórum Mundial dos Luso-Eleitos, que se realizará em Lisboa no início de 2009.

Para o efeito já foi constituído o grupo de trabalho que envolve elementos da Secretaria de Estado das Comunidades, do gabinete do primeiro-ministro e da Presidência da República.
Portugal Diário