No Luxemburgo, há uma família portuguesa que está a ser alvo de discriminação e de xenofobia. Chegaram mesmo a viver numa garagem, situação que foi ainda capaz de piorar, nos últimos 14 meses.

Com dois filhos menores, esta família portuguesa tem vivido em condições desumanas. Estão numa casa sem quaisquer condições, isto porque as obras têm sido embargadas sistematicamente por uma autarquia luxemburguesa, que não permite sequer a instalação de água e luz.

Esta família garante que está a ser vítima de xenofobia por serem portugueses, algo que aparentemente não é assim tão incomum. Relatam mesmo o caso da vizinha da frente, luxemburguesa, que comprou a casa em setembro e já teve permissão para avançar com as obras.

A viver nestas condições há mais de um ano, Artur Ferreira confessou mesmo que já pensou em pôr fim à vida.