«Os portugueses têm uma representação altamente idealizada do Brasil como contexto imigratório. É uma questão que emerge com muita força», declarou à Lusa Marta Vilar Rosales, coordenadora da investigação.