Um homem de 56 anos detido pela Polícia Judiciária (PJ) de Aveiro por ter abusado sexualmente de uma filha da companheira, atualmente com 16 anos, vai aguardar o desenrolar do processo em prisão preventiva, informou fonte policial, esta quinta-feira.

Em declarações à Lusa, fonte da PJ disse que o padrasto foi detido na terça-feira e foi presente hoje a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação mais gravosa.

Em comunicado, a PJ esclarece que os factos criminosos ocorreram numa das freguesias dos arredores do concelho de Aveiro.

Os indícios recolhidos até ao momento pela investigação apontam no sentido de os abusos sexuais terem começado quando a vítima tinha 12 anos, "tendo sucedido de forma reiterada ao longo do tempo", refere a mesma nota.

O arguido, reformado por invalidez, está indiciado pelos crimes de abuso sexual de crianças e abuso sexual de menores dependentes.