Há apenas uma escola pública entre os dez estabelecimentos do ensino secundário com a melhor percentagem de sucesso entre alunos e fica em Vila Nova de Paiva, no distrito de Viseu. Os dados são referentes ao ano letivo 2019/2020. 

Este indicador - Percursos Diretos de Sucesso do Secundário - abrange os alunos que passam nos três anos de escolaridade e com notas positivas nos exames das duas disciplinas trienais do 12º.

Significa isto que, de acordo com dados do Ministério da Educação analisados pela a agência Lusa, no Colégio das Terras de Santa Maria, que ocupa o primeiro lugar do pódio, 91% dos alunos passaram para o 12.º sem negativas quer nas disciplinas, quer nos exames nacionais. 

Só uma escola pública conseguiu integrar esta lista: Escola Secundária de Vila Nova de Paiva, que ocupa o nono lugar da tabela, com 85% de sucesso entre os alunos. 

As 10 melhores escolas no ranking de sucesso

Concelho Escola Público/Privado Percursos sucesso entre os alunos
Santa Maria da Feira Colégio das Terras de Santa Maria Privado 91%
Barcelos Colégio "La Salle" Privado 89%
Coimbra Colégio da Rainha Stª Isabel Privado 88%
Palmela St. Peter`s International School Privado 88%
Porto Colégio "Luso Francês" Privado 87%
Braga Colégio "D. Diogo de Sousa" Privado 86%
Porto Colégio "Nossa Senhora do Rosário" Privado 85%
Anadia Colégio de Nossa Senhora da Assunção Privado 85%
Vila Nova de Paiva Escola Secundária de Vila Nova de Paiva Público 85%
Maia  Colégio Novo da Maia Privado 82%

No entanto, no ranking das escolas que mais conseguem fazer progredir os seus alunos, são as públicas que se destacam, com apenas três privadas nos primeiros 15 lugares.

Para este top, criado pela Agência Lusa, conta o trabalho realizado pela comunidade educativa, uma vez que se compara a evolução de estudantes com desempenhos académicos semelhantes à entrada do 10.º ano. Não se trata apenas das taxas de sucesso ou das notas finais nos exames nacionais, que invariavelmente colocam os colégios nos primeiros lugares.

Ao comparar alunos de todo o país que estavam no mesmo nível de partida à entrada do secundário, é possível perceber se o trabalho desenvolvido pela escola fez com que os resultados fossem superiores ou inferiores aos dos colegas. 

Em 2018/2019, o estabelecimento de ensino de Vila Nova de Paiva foi o mais bem-sucedido: 85% dos alunos fizeram o secundário sem percalços, quando, a nível nacional, apenas 52% dos alunos semelhantes aos da escola de Vila Nova de Paiva conseguiram fazer percursos diretos de sucesso. Ou seja, esta escola da vila do distrito de Viseu conseguiu levar ao sucesso mais 32% dos alunos do que a média nacional. 

Escola Concelho Resultado da escola face à média nacional
Escola Secundária de Vila Nova de Paiva Vila Nova de Paiva 32%
Escola Básica e Secundária de Arga e Lima Viana do Castelo 31%
Escola Básica e Secundária Dr. Machado de Matos Felgueiras 30%
Colégio de São Miguel de Fátima Ourém 28%
Colégio Nova Encosta Paços de Ferreira 27%
Escola Básica e Secundária de Airães Felgueiras 24%
Escola Básica e Secundária de Guia Pombal 21%
Escola Secundária de Lousã Lousã 19%
Escola Básica e Secundária Vale d’Este Barcelos 19%
Escola Básica e Secundária Fernão do Pó Bombarral 18%
Escola Básica e Secundária de Coronado e Castro Trofa 18%

 

O sucesso escolar no secundário está a aumentar, mas a maioria dos alunos ainda chumba, pelo menos, um ano ou num dos exames nacionais, segundo dados nacionais, que apontam para mais de 25 mil casos de insucesso. 

Dos quase 59 mil finalistas, apenas 44,16% (25.978 alunos) conseguiu concluir o secundário sem chumbar, segundo dados relativos ao ano letivo de 2018/2019 dos cursos científico-humanísticos das escolas do continente. 

Comparando os últimos três anos, verifica-se uma tendência de aumento de percursos diretos de sucesso, já que a percentagem de sucesso subiu de 39% para 41,2% e agora para 44,1%. 

No entanto, a maioria das escolas não consegue ainda que o sucesso seja regra: das 540 escolas ou agrupamentos analisados, em 376 a maioria dos alunos contou com pelo menos um chumbo.

Para o ‘ranking’ das escolas do ensino secundário com melhores médias, a agência Lusa selecionou apenas aquelas onde tinham sido realizadas pelo menos 100 provas.

Já para chegar às médias das classificações conseguidas nas diferentes disciplinas, assim como as médias por distrito, foram contabilizadas todas as provas realizadas. A análise contempla 225.307 exames realizados.

A pandemia de covid-19 levou o Governo a suspender, no ano letivo de 2019/2020, as provas nacionais do 9.º ano, razão pela qual este ano não existem peças sobre resultados nesse ciclo de ensino.

No secundário, pela primeira vez, os dados enviados pelo Ministério não fizeram qualquer distinção entre alunos internos e externos.

Também este ano, a Lusa não analisou os dados relativos às notas internas dos alunos (CIF) uma vez que os dados disponibilizados pelo Ministério eram provisórios e a sua validação estava ainda em curso pelos serviços.

Cláudia Évora . / com Lusa