Uma professora grávida, de 35 anos, terá sido agredida dentro da sala de aula pela mãe de uma aluna da Escola Professor Agostinho da Silva, em Lisboa.

A suspeita terá entrado na sala de aula e agredido a docente na presença dos alunos, na sequência de uma reprimenda dada à sua filha.

O alerta foi dado às autoridades por volta das 11 horas pela própria vítima.

Queixava-se de dores na região abdominal. Depois, quando fizemos a avaliação, detetámos que se encontrava grávida de seis semanas", explicou Artur Costa, elemento dos Bombeiros Voluntários do Beato, à TVI.

No local, esteve a PSP dos Olivais, os Bombeiros Voluntários do Beato e o INEM.

A mulher, que terá uma gravidez de risco, foi transportada para a Maternidade Alfredo da Costa, tendo sido posteriormente transferida para o Hospital de São José para fazer exames complementares.

A alegada agressora não chegou a ser detida. Foi identificada pela PSP, na esquadra dos Olivais, ficando sujeita a termo de identidade e residência.

A TVI tentou obter uma reação por parte do estabelecimento de ensino, mas até ao momento não foi possível.