Um casal foi detido na zona de Viseu por suspeita de um crime de tráfico de pessoas para fins de exploração laboral e escravidão e está obrigado a apresentações periódicas às autoridades.

O casal explorava um homem, de nacionalidade estrangeira, de 54 anos, há cerca de seis anos, em trabalhos domésticos e na agricultura, sem qualquer remuneração, vivendo em condições degradantes, desumanas e limitado na sua liberdade ambulatória", refere um comunicado da Diretoria do Centro da Polícia Judiciária.

Nas diligências realizadas, a Judiciária conseguiu resgatar o homem cativo, que foi acolhida por uma organização não-governamental de apoio a vítimas de tráfico de seres humanos. Os inspetores reuniram também indícios importantes para o reforço da prova.

Os detidos, de 54 e 57 anos, foram presentes a um primeiro interrogatório judicial. Foi-lhes aplicada a medida de coação de apresentações periódicas no posto policial da área da sua residência.