Um homem de 23 anos acusado de esfaquear um jovem e roubar a namorada, em setembro do ano passado, em Santa Maria da Feira, foi condenado esta quinta-feira no tribunal local a dois anos e oito meses de prisão domiciliária.

O arguido estava inicialmente acusado de um crime de homicídio na forma tentada, mas durante o julgamento o coletivo de juízes alterou a qualificação jurídica do crime para ofensa à integridade física.

O juiz presidente disse que o arguido teve “atos de tentativa de homicídio”, mas depois não prosseguiu com essa intenção, tendo parado as agressões quando viu sangue na camisa da vítima.

O magistrado deu ainda conta dos resultados do relatório médico que indicam que a vítima “não chegou a correr risco de vida” em resultado dos ferimentos.

O homem, que respondeu ainda por um crime de furto qualificado, foi condenado a uma pena única de dois anos e oito meses, em cúmulo jurídico, a cumprir em regime de permanência na habitação, com vigilância eletrónica.

Além da pena de prisão, o arguido, que se encontra em prisão preventiva, terá de pagar seis mil euros de indemnização ao rapaz que foi esfaqueado e submeter-se a tratamento para a toxicodependência e alcoolismo.

O caso remonta à madrugada de 15 de setembro de 2019, cerca das 04:00, quando o arguido abordou o casal de namorados que saia de um bar em direção ao veículo automóvel, no centro de Santa Maria da Feira.

De acordo com a acusação, o arguido avançou em direção ao rapaz com uma navalha que trazia no bolso, atingindo-o com um golpe na mão, quando este se tentava defender.

Nesse momento, a namorada foi em seu auxílio, mas o arguido deu-lhe um empurrão fazendo-a cair ao chão, e continuou a perseguir o rapaz, tendo-o esfaqueado uma segunda vez na zona do peito.

O arguido furtou depois a mala da namorada do ofendido, fugindo do local.

Na sequência dos ferimentos sofridos, o ofendido foi assistido no local pelo Instituto Nacional de Emergência Médica e posteriormente foi conduzido ao Hospital de Vila Nova de Gaia, tendo recebido alta clínica no dia seguinte.

/ HCL