um projeto-piloto que começou hoje a ser testado em Portugal











Numa primeira fase, que decorre entre 15 de março e 15 de abril, vai ser testado o processo de saída, que consiste nos cidadãos estrangeiros voluntários passarem por uma porta acionada pelo passaporte eletrónico, fazerem o reconhecimento facial e depois terem o passaporte carimbado por um inspetor do SEF.








«Quanto à proteção de dados, quer a nível nacional, quer a nível europeu, foi assegurado que toda a utilização de dados neste projeto respeita aquilo que são as normas», frisou o secretário de Estado, acrescentando que todos os dados recolhidos no decorrer do projeto terão uma aplicação «meramente estatística».