Um homem com 23 anos foi detido no final da tarde de domingo em Porto Salvo, no concelho de Oeiras, em Lisboa, por desobediência às regras do estado de emergência, quando participava num ajuntamento, informou a PSP.

Numa nota, a PSP explicou que a detenção surgiu no contexto de resposta a uma denúncia de um ajuntamento em Porto Salvo, “com várias pessoas a confraternizar na via pública, em total desrespeito às normas em vigor”.

O suspeito, um dos participantes no ajuntamento, “recusou, terminantemente, acatar as ordens para a obrigação do uso de máscara e do dever geral de recolhimento domiciliário”, acabando por ser detido pelo crime de desobediência.

Para que a detenção fosse efetivada, revelou-se de absoluta necessidade o uso da força física estritamente necessário para manietar o suspeito, devido à sua postura não colaborante e à resistência oposta por ele”, destacou a PSP.

A PSP salientou ainda que teve de “intervir com vários indivíduos presentes no local”, que tentaram “agir contra a concretização da detenção”, o que resultou em ferimentos em dois polícias e no detido.

Ao detido foram passados três autos de contraordenação por inobservância do dever geral de recolhimento domiciliário, obrigação do uso de máscara e consumo de bebidas alcoólicas na via pública.

O homem aguarda uma notificação para comparência no Tribunal Judicial da Comarca de Oeiras, para aplicação das medidas de coação.

/ MJC