Na passada sexta-feira, por volta das 22:45, uma mulher de 42 anos foi esfaqueada pelo namorado em frente aos filhos menores, na zona do Estoril, no concelho de Cascais.

O crime, que a Polícia Judiciária (PJ) classifica de “extrema violência”, terá tido origem numa discussão entre o casal e ocorreu no interior da residência onde a vítima coabitava com as crianças, de 11 e 13 anos.

De acordo com o relatório da PJ, o homem terá "desferido diversos golpes de arma branca para atingir a vítima"  tendo ainda "ameaçado de morte as crianças".

O suspeito de 61 anos colocou-se em fuga após a ocorrência.  O homem acabou por ser localizado e identificado pela PJ.

O agressor foi detido, fora de flagrante delito, depois de se entregar numa esquadra da PSP, em Almada, por volta das 00:00 de terça-feira.

O crime, de extrema violência, ocorreu na sequência de uma altercação familiar, tendo o arguido desferido diversos golpes de arma branca para atingir a vítima, além de ameaçar de morte as crianças, após o que se pôs em fuga para parte incerta”, pode ler-se no relatório da PJ.

A vítima foi transportada para o Hospital de Santa Marias em estado grave, tendo morrido na passada segunda-feira, devido às “lesões corto perfurantes que lhe forma infligidas”.

O homem vai ser presente, esta quarta-feira, no Tribunal de Instrução Criminal de Sintra para realização do primeiro interrogatório, em que serão aplicadas as medidas de coação.

O suspeito deverá responder pelo crime de homicídio na forma tentada e violência doméstica.

Nuno Mandeiro