O Ministério da Administração interna anunciou, esta sexta-feira, um investimento de 8,5 milhões de euros para reforçar o Sistema Nacional de Controlo de Velocidade com a instalação de 30 radares, durante os próximos quatro anos. Dez dos novos radares detetam a velocidade média entre dois pontos.

Ao todo, cerca de 50 postos de controlo vão ser “equipados rotativamente” com os novos radares, sendo que dez, vão fazer o controlo da velocidade média entre dois pontos. Será a primeira vez que este tipo de radar é instalado em Portugal.

Em comunicado, a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) adianta que os novos radares “introduzirão em Portugal o controlo de velocidade média entre dois pontos e a capacidade para medir, em simultâneo, a velocidade de vários veículos, mesmo nos casos em que estes circulam lado a lado ou a uma distância inadequada entre si”.

ANSR sublinhou ainda que vai lançar um “concurso público para a aquisição, instalação e manutenção dos novos equipamentos. O prazo de execução contratual é de 5 anos, em que o primeiro ano é para instalação dos 50 novos postos de controlo e os restantes para manutenção e operação de todo o sistema SINCRO”.