O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve em Lisboa um cidadão europeu suspeito de auxílio à imigração ilegal, ao tentar introduzir na Irlanda nove cidadãos oriundos do Médio Oriente com documentos de viagem europeus falsificados, informou hoje o SEF.

Segundo adianta um comunicado do SEF, a detenção do facilitador (cuja nacionalidade não é indicada) ocorreu, na segunda-feira, à porta de um hotel em Lisboa, tendo na mesma altura sido detidos nove cidadãos estrangeiros, no momento do embarque para a Irlanda, por crime de uso de documento falsificado.

De acordo com a análise de risco, habitualmente efetuada pelas equipas especializadas do SEF e considerando a forma de atuar já conhecida das autoridades, toda a situação foi acompanhada de perto por elementos da Direção de Fronteiras de Lisboa, tendo resultado na deteção e identificação dos cidadãos estrangeiros junto da porta de embarque", precisa o SEF, que é um órgão de policia criminal.

Segundo o SEF, esta atividade ilícita pode estar relacionada com uma rede criminosa organizada de cariz internacional a atuar na Europa, tanto mais que o "modus operandi" se encontra referenciado e tem sido partilhado entre esta autoridade de fronteira e as suas congéneres europeias e a Interpol.

Os detidos serão interrogados por um juiz de instrução criminal na quarta-feira.

/ MJC