«Vinte minutos de atividade física, o equivalente a uma caminhada rápida, é algo possível de incluir em qualquer trajeto para o trabalho, ou em intervalos de almoço, ou à noite, em vez de assistir TV», sugere, Ulf Ekelund, um dos investigadores envolvidos no estudo. 



«O maior risco está associado aos classificados como inativos, sejam com peso normal, sobreposto ou obesidade», disse Ekelund à BBC.

«Mas não acho que esta realidade seja anulada. Também nos  devemos esforçar em reduzir a obesidade e a atividade física deve ser reconhecida como uma estratégia importante da saúde pública», acrescentou o investigador.

Redação / MC