A covid-19 não é só uma gripezinha. E a prova está neste caso, de um homem saudável que teve de ser submetido a um transplante dos dois pulmões.

Em todo o mundo estão registados pouco mais de uma dezena de casos como o deste sobrevivente, João, nome fictício para resguardar a sua privacidade. É o primeiro doente covid em Portugal a ser submetido a um duplo transplante de pulmão.

Aos 60 anos, João era saudável, sem patologias associadas, participante habitual da São Silvestre da Amadora, mas por causa do vírus está há seis meses no hospital.

A doença atingiu toda a família e foi devastadora para os pulmões deste antigo agente da polícia, com a capacidade respiratória muito afetada. No hospital passou meses de internamento ligado à máquina e coma induzido durante semanas a fio, a única maneira de ser salvo.

No hospital de Santa Marta, em Lisboa, acabaria por fazer história: é o primeiro doente covid alvo de um duplo transplante pulmonar.

Paulo Magalhães