A Polícia Marítima apreendeu várias armas e constituiu um arguido em Olhão, distrito de Faro, indiciado pela prática dos crimes de ofensa à integridade física e ameaça com recurso a arma de fogo, foi esta quarta-feira anunciado.

A Unidade Central de Investigação Criminal da Polícia Marítima deu ontem, [terça-feira], dia 30 de abril, cumprimento a um mandado de busca e apreensão à residência de um indivíduo indiciado pela prática dos crimes de ofensa à integridade física e ameaça com recurso a arma de fogo, em Olhão”, lê-se numa nota publicada na página da Internet da autoridade.

De acordo com a Polícia Marítima, das buscas resultou a constituição de um arguido e a apreensão de várias armas que estavam na sua posse.

Esta operação decorreu de “investigações que duravam há vários meses”, contando com a colaboração da PSP de Olhão.