O Papa Francisco entrou no avião com destino a Portugal poucos minutos antes da uma da tarde.

O avião da Alitalia descolou do aeroporto internacional de Roma (Fiumicino) às 13:08 de Lisboa, mais uma hora em Itália. 

Siga AQUI o trajeto do voo AZ4000 que transporta o Papa

A chegada do Papa Francisco a Portugal foi antecipada em 20 minutos, para as 16 horas, mantendo-se a aterragem na Base Aérea de Monte Real, em Leiria.

Em Fátima, chegou a existir a suspeita de que a chegada seria deslocada para Lisboa devido ao mau tempo que se faz sentir, no entanto, os órgãos de comunicação social presentes no Santuário receberam a confirmação da chegada a Monte Real, com a divulgação do programa da visita do Papa.

Siga AO MINUTO a visita do Papa Francisco a Fátima

Sua Santidade vai ser recebida com honras militares e pelas três mais altas entidades do Estado português - o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, e o primeiro-ministro, António Costa.

No total, estarão 180 pessoas, entre governantes, militares e religiosos, na cerimónia de receção na base militar.

Segue-se, às 16:15, um breve encontro a sós entre Marcelo e Francisco, com a duração prevista de 15 minutos. Também breve será o encontro do Papa com o primeiro-ministro António Costa, desta feita agendado para a manhã de sábado. 

Depois de visitar a capela da base aérea de Monte Real, viajará, em seguida, de helicóptero, para o estádio municipal de Fátima.

O Papa Francisco visita Fátima no centenário das "aparições" de 1917 e vai presidir à cerimónia de canonização dos pastorinhos Jacinta e Francisco Marto, uma "realidade nova" para a Igreja Católica, que "é feita dessa mudança também", nas palavras do chefe de Estado português.

Será o quarto papa a visitar o maior templo mariano do país, depois de Paulo VI (1967), João Paulo II (1982, 1991, 2000) e Bento XVI (2010).