A Polícia de Segurança Pública deteve este sábado pelo menos 39 pessoas durante o jogo e os festejos do título de campeão português de futebol no estádio da Luz e no Marquês de Pombal, segundo o porta-voz do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP.

A maioria por posse de artigos pirotécnicos na operação de segurança em torno do jogo entre o Benfica e o Santa Clara, incluindo nos festejos do título no final do desafio nas imediações do estádio da Luz.

O porta-voz do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP disse ainda que, também nas imediações do estádio da Luz e já depois de terminada a partida, uma pessoa ficou ferida ao ser atingida por um objeto, tendo sido assistida no local.

De acordo com André Oliveira Serra, vários adeptos arremessaram objetos contra a polícia, que, no entanto, nesta situação não teve necessidade de intervir.

Entretanto, na zona do Marquês de Pombal, para onde se deslocaram os festejos, o policiamento decorria, cerca da meia noite “dentro da normalidade”, segundo André Oliveira Serra.

Contudo, e de acordo com o balanço ao final da operação, várias pessoas foram detidas. A maior parte também por posse de artigos pirotécnicos proibidos, outras por resistência e coação.

Na rotunda do Marquês de Pombal, milhares de benfiquistas fazem a festa pelo título conquistado este sábado no estádio da Luz, num jogo frente ao Santa Clara, que os encarnados venceram por 4-1.

A equipa de Lage conseguiu igualar o máximo de número de golos numa época no campeonato 103, alcançada na época 1963/1964.