Um suspeito da prática de violência doméstica, detido pela GNR de Figueiró dos Vinhos, vai ficar a aguardar julgamento em prisão preventiva, anunciou o Comando Territorial de Leiria, nesta segunda-feira.

Em nota de imprensa, a GNR de Leiria informa que, através do Posto Territorial de Figueiró dos Vinhos e do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas, foi detido um homem, na sexta-feira, em flagrante delito, pelo crime de violência doméstica, no concelho de Figueiró dos Vinhos.

Após ter sido presente ao juiz de instrução do Tribunal de Leiria, foi decretada a medida de coação de prisão preventiva.

Segundo a GNR, no seguimento de uma ocorrência de violência doméstica, a GNR deslocou-se ao local em auxílio da vítima, uma mulher de 62 anos.

Mesmo na presença dos militares, o homem de 57 anos, já com antecedentes criminais pela prática do mesmo tipo de crime, injuriou a vítima, tentando-a agredir fisicamente, pelo que foi de imediato detido, acrescenta a nota da GNR.

Durante as diligências, foi possível apurar que o suspeito agredia física e psicologicamente a vítima, de forma reiterada, ameaçando-a de morte com armas brancas. A vítima teve necessidade de receber tratamento hospitalar", informa aquela polícia.